Segunda-feira, 31 de Outubro de 2005

Para ti... (Sonho VII)

lua.JPG


Deixem me livre. Solta. Liberta...


Serei de certo, em tudo discreta.


 


Quero voar ou talvez não...


sentir ódio ou até paixão.


 


Quero ser eu e não ser ninguém...


apenas estar só ou estar com alguém.


 


Quero acordar ou estar a dormir...


quem sabe sonhar e nunca sentir.


 


Quero um beijo e digo que não...


deixo o desejo, agarro a paixão.


 


Quero ficar ou talvez partir...


sentir saudade de não a sentir.


 


Quero gritar omitir este som...


pintar de mil cores, ou apenas num tom.


 


Quero sorrir quem sabe a chorar...


ter a certeza q há terra e mar.


 


Quero amar um amor tão cruel...


umas vezes amargo, outras vezes mel.


 


Quero brincar feito uma criança...


ser uma mulher, sentir a esperança.


 


Quero lutar rendida p'la dor...


numa batalha, num jogo de amor.


 


Quero o sol perdido na lua...


andar coberta, com a pele nua.


 


Quero a ti ou qualquer outro...


ter a sanidade, de um simples louco.


 


Quero ser rica por ser tão pobre...


eleger o povo, para meu nobre.


 


Deixem me livre. Solta. Liberta...


Serei de certo, em tudo discreta...


 


@utor: A.Feiticeira...

publicado por igara às 11:42
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Anónimo a 3 de Novembro de 2005 às 20:32
Talvez por medo, talvez por comodismo, pois por falta de tempo não foi, apenas agora vou aqui deixar o meu simples comentario, não ao poema, mas ao que por detrás dele está. Feiticeira, não vale a pena sequer fingir que nada está a acontecer, pois existe muita boa gente que não iria acreditar, e de certeza que me cairiam em cima. Por isso é este o meu comentario ao teu poema:- Existe total reciprocidade entre nós em tudo. Sei que me vais entender bem, e que alguns se irão interrogar.. mas enfim, é apenas isto que te quero dizer. Adoro-te Jinhos na alma.Herr
</a>
(mailto:herlander@mail.com)


De Anónimo a 3 de Novembro de 2005 às 18:20
do melhor...callanish
</a>
(mailto:ze_hemrique@hotmail.com)


De Anónimo a 2 de Novembro de 2005 às 16:07
Bem Feiticeirazinha, queres ou não queres. Tanta indefenição. Será falta de coragem? Ou aoenas dúvidas? Agora a sério: è um lindo poema. Não falámos até agora muitas vezes, nunca me deste muita trela, até recordoquando me despediste com um Game Over, mas vi logo que havia em ti algo de bonito. De bonito e de inteligente, por isso correste logo comigo. A sério Feiticeura, gostei imenso do teu poema. Não sei se é um sonho ou não, mas é LINDO! Um aperto de mão... Pinochio
(http://www.guilhermices.blogs.sapo.pt)
(mailto:pinochio@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Novembro de 2005 às 10:45
Antes de comentar o belo poema da nossa amiga Feitiça gostaria de opinar o repto da Igara.
Pois bem, a Igarita lançou-nos uma aposta arrojada e o resultado está á vista, qualquer dia temos um livro de poemas publicado. Recordo-me na altura, quase todos comentavamos que não tinhamos queda para essas coisas,a escrita não exige jeito mas sim vontade. Porque raio havemos de ser sempre tão péssimistas em relação a nós próprios.
Não vou dizer que fiquei surpreendido, porque apenas vos conheço virtualmente. Não sei das vossas capacidades literárias. Apenas vos quero agradecer o prazer que me dão ao ler os vossos textos, e mais uma vez agradecer á IGA, SU e PATAI pela oportunidade de nos abrirem as portas e janelas, á nossa escrita.
Quanto a este poema tão brilhantemente executado pela "nossa" Feitiça, apenas queria dizer o seguinte: os niveis de confiança foram aumentando neste teu texto, inicialmente de sonho, pois não sabias bem o que pretendias,(como se diz por cá : estavas como o tolo em cima da ponte; vou , não vou; quero , não quero)para finalmente com os pés assentes na terra saberes perfeitamente aquilo que queres. "Quero ser rica por ser tão pobre". Que grande virtude. Sinto muito orgulho em ser teu nobre virtual.
Um beijo real com muita magia.Mao
(http://RIMASPOEMASEBONECOS.BLOGS.SAPO.PT)
(mailto:MAO_SU_LEU@sapo.pt)


De Anónimo a 1 de Novembro de 2005 às 11:22
Pois eu não vou ficar muda :) Quando comecei a ler o poema do sonho (e aqui tenho que concordar com a Igara e a Blibli, não sei se será mesmo um sonho) pareceu-me que estava a ler uma criança, uma escrita ingénua, simples...mas depois o poema cresceu e amadureceu. E acabei de o ler com um grande sorriso na cara. Feiti tenho-te a dizer que gostei daquela parte do «NOBRE» era me dirigido certo??!! ;) ahahahah Muito bem D. Feiticeira clap clap clap :) beijos da princesapluma(princesavirtual)
(http://www.princesavirtual.blogs.sapo.pt)
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)


De Anónimo a 31 de Outubro de 2005 às 15:29
Igarita, fica o agradecimento publico, por teres tido a gentileza de publicares algo q escrevi. Normalmente, não costumo dar a conhecer esta minha faceta... Fico feliz q tenhas gostado, assim como desejo, q quem leia considere no minimo delicado... não queria deixar passar a ocasião, para dedicar o q escrevi a alguém:
"Pela escolha q fiz em te amar... a mais dificl, mas a mais decidida..."A.Feiticeira
</a>
(mailto:A.Feiticeira@hotmail.com)


De Anónimo a 31 de Outubro de 2005 às 14:14
Minha amiga Feiti, não te sabia tão talentosa. Adorei este poema. Quero ler mais, Ok? Beijosusana
(http://bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:susana-silva3@sapo.pt)


De Anónimo a 31 de Outubro de 2005 às 12:00
Bem, este poema exige um comentário por partes.
1º estive quase vai não vai para não considerar este poema um Sonho...mas depois de muito o ler, e de ter seguido os conselhos da minha carissima Bliblibli, decidi considerá-lo como um sonho, se bem que à revelia.
2º Nem sei como começar o comentário em relação ao conteúdo, porque de tão belo faltam as palavras, e aí eu e a BLiblibli, chegámos a um consenso. Não há palavras..e como tal...decidimos ficar mudas.
3ºFoi á revelia da autora do poema,que escolhi a foto, que ilustra este texto, não que a que ela me enviou não fosse boa, mas acho que esta se adequa melhor. Aqui a Bliblibli, foi perentória em afirmar, que esta era sem duvida muito melhor...e blá blá blá..e mais um sem numero de coisas que eu nem me atrevo a referir aqui, por serem muito confusas...e nem sei bem....
4º Depois destes textos todos que têm vindo a ser colocados aqui, só posso ficar feliz, por vos publicar neste nosso cantinho, e agradeço sempre que me queiram enviar textos vossos, porque bem vistas as coisas, este espaço também é para os que nos lêem, e como tal, para vós todos! Beijos ::)))igara
(http://www.bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:igara@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Mudei-me!!!!!

. Ora bem.....

.

.

.

.

.

.

.

.

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds