Quarta-feira, 26 de Outubro de 2005

ENTREGAS

adorandoosol.jpg

Procuro nas memórias pensamentos


Que cheguem como as águas do meu Mar


Que me tragam pensamento convergentes


Que me digam o porquê do meu pulsar


 


Procuro a tua boca que me beija


Que me toca na pele com tal doçura


Que me faz tremer a cada toque


Que enche a minha vida de ternura


 


Procuro o teu corpo que me enlaça


Que pinta a minha vida de alegria


Que sacia o meu corpo que te busca


Que impele a amar-te mais a cada dia


 


Procuro apenas ter a tua entrega


Procuro dar-te parte do meu Ser


Procuro saciar os nossos corpos


Que anseiam por dar e receber!


</center></blockquote>
publicado por igara às 11:16
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Anónimo a 30 de Outubro de 2005 às 00:24
só quem ama VERDADEIRAMENTE, pode escrever o amor assim, pleno, forte, grande, doce. Parabens antes de mais pelo estado de graça em que estás, que é a paixão, alimenta-a, a vida é feita de amor. vive-a porque ai reside toda a beleza. Continua a fazer falar o amor na poesia! Beijo grandemagnolia
</a>
(mailto:flordemagnolia@sapo.pt)


De Anónimo a 29 de Outubro de 2005 às 19:46
QUERO-TE COMO O MAR REVOLTO


Para nele saciar o corpo

Para nele saciar este desejo imenso

O mar, eu sei, é pequeno

Para tamanha paixão

Para tanto sofrimento

Quando estás longe de mim.

O mar é só uma parte

Deste sublime amor

Em que nos envolvemos.
Carlos
(http://vagueando.blogs.sapo.pt/)
(mailto:c_m_a_n_u_e_l@hotmail.com)


De Anónimo a 29 de Outubro de 2005 às 08:52
HUmmmmmmmm some like it hot!!!!!!!!Lindo escrito IgaraCrowe
(http://asasnegras.blogs.sapo.pt)
(mailto:the_crowe_nest@hotmail.com)


De Anónimo a 27 de Outubro de 2005 às 12:47
Muito lindo... colocou-me a sonhar num ápice... ui ui...jinhos igarajenny55
</a>
(mailto:jenny55@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Outubro de 2005 às 10:14
Lindoooooooooo...Que sortudo eu sou em ter uma novia assim.hehehehehe....Quem tanto procura acaba por encontrar.
BeijosMao
(http://RIMASPOEMASEBONECOS.BLOGS.SAPO.PT)
(mailto:MAO_SU_LEU@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Outubro de 2005 às 17:55
Amiga, tás in love!! sem dúvida...só quem está apaixonada, é q pode ao ritmo de um pensamento, recordar todas as sensações q se tem na partilha do amor... sensações q invadem a alma, precorrendo o corpo, num despertar acesso de todos os sentidos. Foi essa a ideia com q fiquei, ao ler o teu poema... Que só, de te lembrares do simples toque de quem amas, te arrefece a pele, escaldando o interior do teu ser...Contraditório, não?? Pois é ...mas o amor é assim, uma rede de contradições entrelaçadas, q nos agarram sem pedir licença. Mtas vezes um puzzle onde a peça chave é a paixão... não te deixes cair na rotina, e alimenta sempre, mas sempre esse estado magnifico q é estar enamorada...sabendo q o amor só é eterno enquanto dura, segue o caminho da enternidade...mantèm-te apaixonada....eternamenteA.Feiticeira
</a>
(mailto:A.Feiticeira@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Outubro de 2005 às 14:17
Lindo, lindo, lindo!!! susana
(http://bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:susana-silva3@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Outubro de 2005 às 12:23
Este teu poema define-se em duas palavras. VIDA e AMOR. Tu está viva. Tu amas. Por isso tu DESEJAS. É simples não é?Pinochio
(http://www.riscosrimasebonecos.blogs.sapo.pt)
(mailto:mamito@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Mudei-me!!!!!

. Ora bem.....

.

.

.

.

.

.

.

.

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds