Segunda-feira, 26 de Setembro de 2005

VIVÊNCIAS...

Deixo aqui um poema escrito por um amigo que prefere ficar no anonimato:



As letras soltas que uno
São pedaços de uma vida
Repleta de emoções
Mal ou bem, mas preenchida


São o reflexo das vivências
Renovada valorização
Um conjunto de experiências
Que não têm definição


Infindável melancolia
Dentro de mim hibernando
Em cada triste despedida
Um fragmento foi ficando


Caminhando lentamente
Percorro este caminho
Rodeado por tanta gente
Mas estranhamente sozinho


Na simplicidade de um beijo
De um abraço e de um olhar
Redescubro novas rotas
Para esta jornada enfrentar

publicado por igara às 08:54
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Anónimo a 28 de Setembro de 2005 às 10:23
Muito bonito este poema. Parabéns ao anónimo :) e bjs para a susanitapluma(princesavirtual)
(http://www.princesavirtual.blogs.sapo.pt)
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Setembro de 2005 às 14:36
Que bem que eu sei o que significa este poema... o "estranhamente sozinho" é tão familiar. Este poema fez-me recordar algumas coisas, bem tristes, mas, ao fim e ao cabo, é o viver todas estas situações que nos transformam e nos dão força para continuar. Diz lá ao teu amigo para se identificar... Teremos todo o gosto em ter aki mais coisitas dele. Beijão Susana, muito boa escolha!
pataininiti algarvia
(http://bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:pataininiti@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Setembro de 2005 às 10:41
Gostei mto do poema. E compreendo mto bem esse "estranhamento sozinho"... Por mais que estejamos rodeados de pessoas (amigas), a alma sente a solidão, qdo não tem a sua metade-alma. Bjinhos para o "anonimo", e para as meninasSoninha
(http://www.spergoldenworld2.blogs.sapo.pt)
(mailto:costasoninha@iol.pt)


De Anónimo a 26 de Setembro de 2005 às 10:34
Querida Susana....sim senhora! Pena que o teu amigo perfira ficar no anonimato, porque as vivencias são mesmo isso, feitas de pequenos pedaços. Gostei demais demais demais!!! ::)))igara
(http://www.bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:igara@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Setembro de 2005 às 09:02
Ja la dizia n sei kem :s q cada um com a sua cruz .. q temos de csarregar o nosso fardo :s epa mas as vexzes uma, ou duas, mãos amigas ate sabem bem :) nc estamos sozinhos :) nem q seja sos conosco proprios :s heheeh .. gostei do poem ..:)Passo
</a>
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Mudei-me!!!!!

. Ora bem.....

.

.

.

.

.

.

.

.

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds