Quinta-feira, 30 de Junho de 2005

ENTREGA

pretobranco.bmp


Vou contar-te segredos de Mansinho,

Sussurrando apenas as palavras

Vou beijar-te, numa entrega

Sem destino,

E pedir-te então, que baixo

Tu aplaudas!

Não deixarei nada por dizer

Farei o teu sonho realidade,

Porque tudo o que se ganha,

Em se perder,

Tem sabor a Mel, ganha qualidade!

Não te deixarei por um instante

Querendo sempre mais da tua entrega

Saciarei teu corpo com caricias

Pintarei as tuas cores na minha Tela!

Quando por fim a boca se calar,

E o nosso corpo estiver saciado,

Te olharei então com os meus olhos,

Que se iluminaram para ti,

No meu passado!
publicado por igara às 11:13
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Terça-feira, 28 de Junho de 2005

A Pequena Sereia

sereia2.jpg

 

Uma Canção feita para os meus filhos, e que eu dedico a ti Margarida, eternamente, com beijos de borboleta, daqueles que se dão com a Alma.

 

Era uma vez,

Uma linda sereia,

Ela vivia,

Num castelo de Areia,

Fundo no fundo,

No fundo do Mar,

Brincava em ondas,

Que a vinham beijar.

Tinha o cabelo Louro a brilhar,

Uma voz linda,

Quase de Encantar,

E tinha amigos,

Muito divertidos,

Caranguejos,

E Cavalos Marinhos.

Mas quando o cansaço

Estava para chegar,

Era no Polvo

Que se ía enroscar.

O Polvo embalava-a

Com muito carinho,

Baleias cantavam,

Cantavam baixinho,

E ela dormindo

Era carregada,

Para o Castelo

Que era a sua casa.

E a Mãe Sereia,

Esperava por ela,

Via-a chegar

Da sua janela,

Corria então,

Para ir receber,

A comitiva

Que a vinha trazer!

Pegava nela

Com muito jeitinho

Dava-lhe um beijo

Com muito carinho,

Ao tê-la nos braços

Tão adormecida,

Dizia-lhe sempre:

-És a minha Vida!!
publicado por igara às 11:30
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Junho de 2005

Viv'ó S. João

Mangerico_N.jpg


Chegámos ao S. João e ainda não percebi se é bom ou mau. Já estamos a meio do ano, não tarda muito é Natal outra vez... Enfim, como tristezas não pagam dívidas e o S. João é para festejar, resolvi animar um pouquinho o nosso blog. Vocês sabem, pelo menos na minha terra é assim, que existem os bailaricos e muita sardinha assada. O engraçado é que são colados nas paredes recortes de papel com quadras alusivas à festa a algumas até são mais engraçadotas a atirar para a marotice. Ora bem, eu e o amigo Passito, num acesso de festividade, resolvemos comemorar o S. João e que melhor maneira fazê-lo senão através de umas palavritas. Aqui estão elas:

Foi num dia ensolarado

que te vi e ti segui

apanhei um escaldão

e não mais me mexi

Fiquei todo vermelho

parecia uma lagosta

mas o que mais me chateou

é que perdi a aposta

A aposta era encontrar

um sítio só para nós

onde pudessemos passar

uns minutinhos a sós

Não encontrei o local

tivemos de ficar ao Sol

assim montámos o arraial

esqueci foi o lençol

Cheguei a casa estoirado

mal podia andar

a culpa foi da areia

só fazia er'arranhar

Não consegui fazer nada

Pois claro que fiquei chateado

apanhei uma estalada

e fiquei todo queimado.

Espero que se tenham divertido neste momento de boa disposição.

publicado por igara às 13:04
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Junho de 2005

Há dias de manhã que nem de tarde...

Conversava eu há pouco com um amigo do peito, o Passodianisto, a propósito do meu emprego. Trabalho num stand de automóveis aqui na terrinha e devido à crise instalada no nosso país existem dias em que não aparece por aqui uma alminha sequer, interessada que fosse em apreciar, já não falo dos carros, mas a beldade que sou eu! Comentava eu que estou triste por não haver ninguém com quem conversar, ou quanto mais não fosse, ver. Então despertou-me a curiosidade. Quantas pessoas existirão que, tal como eu, têm por única companhia um teclado e um monitor, que fazem com que não estejamos afastados do Mundo!!! Há uns dias li um post do querido Pinóquio e que falava da farsa que é o Mundo dos chats. Falava do quão pintada de cor-de-rosa é a vida das pessoas que por aqui encontramos. Mas a verdade é que se não fossem essas pessoas, provavelmente, estaria subterrada em aborrecimento e irritação neste mundo de papel e chapa que é o meu. Quero desde já agradecer aos grandes amigos que por aqui fiz, que são sinceros e espectaculares, que não são farsa e merecem toda a doçura e ternura deste Mundo, por me ajudarem a levar avante o fardo do trabalho dia após dia! Um grande beijo para a Igara, para o Passodianisto, para a BliBliBli que são muito especiais e para todos os que por aqui passam e sentem as nossas palavras. A ideia de tudo isto é conseguir convencer alguém a vir ter comigo aqui, pois preciso de companhia (ideia genuína do Passodianisto!!!). Se estiverem interessados força... candidatem-se. Pode até ser que haja mais do que um seleccionado e que seja companhia para alguém que se encontre numa situação como a minha!!! Beijos a todos

publicado por igara às 16:52
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

Ao meu menino João

pureza.jpg

 

O explendor desse teu imenso brilho,

Enche a minha vida de Alegria,

Procuro incansável esse trilho

Que me leva até ti dia após dia!

O teu sorriso tem laivos de Prata

O teu olhar é uma Estrela Brilhante,

Nenhum pintor a tua alma capta,

Por teu brilho ser tão ofuscante!

Possuis a beleza do Rio que passa,

E a realeza do vôo do Condor,

Em tudo o que fazes deixas uma marca,

Pois teu coração é repleto de AMOR!
publicado por igara às 16:14
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Dor ao luar

moonsky1.jpg



Se a força que emanas


eu conseguisse encontrar


poderia, concerteza


desta imunda fortaleza


me salvar e libertar.


Mas vivo à parte de tudo


Só e trancada neste Mundo


Com a Alma desprezada


do coração arrancada


neste delírio profundo.


O sol não brilha p'ra mim


esconde-se do muro que nos separa


só ela canta e olha


pelas grades da gaiola


é amiga e me ampara.


Oh Lua, amiga de tempo infinito


leva minha tristeza, meus ais


canta-me a vida por viver


canta-me a alegria por sentir


e não me deixes sofrer mais.

publicado por igara às 14:59
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Junho de 2005

Sonho Meu

female.jpg


Sonho contigo


todos os dias


a toda a hora.


Sonho contigo


que vais voltar


sem mais demora


Sonho contigo


cabelo ao vento


num cavalo branco


Sonho contigo


e sem lamento


enxugo o pranto


Sonho contigo


que me levas


em teu regaço


Sonho contigo


e como me agarras


em teu abraço


Sonho contigo


e acordei


já sem saber


Sonho contigo


e não vejo a hora


de adormecer.

publicado por igara às 14:57
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Junho de 2005

A Meu Anjo

anjadecosta.JPG



Meu bom Anjo Doce,


Meu querido Amigo,


Hoje faço eu


Um pacto contigo!


Quero que repouses,


O teu corpo Alado,


Eu cuido de ti,


Carrego o teu fardo!


Hoje meu Bom Anjo,


Vou eu estar contigo,


Vou velar teus sonhos,


Ser o teu abrigo!


Hoje serei eu,


Tua companhia,


Zelarei por ti,


De Noite e de Dia.


Hoje embalarei,


Teu corpo a cantar,


Fecha os Olhos Anjo,


Podes sossegar!

publicado por igara às 13:58
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Junho de 2005

A Minha Alma

fadadalua2.jpg



Podes pedir quase tudo


O Coração o Amor


Só não me peças a Alma


Que é livre e nunca se prende


A sentimento maior.


A minha Alma esvoaça


E noutras se entrelaça


Não tem dono não tem cor


Não tem Credo não tem Raça


Não tem nada que a faça


Ficar presa a onde for!


Minha Alma é viajante,


Sonha tocar as Estrelas


É por ela ser assim


Que sei que há coisas belas!


Mergulha no Mar imenso,


Sentindo um calor intenso


Explode, Ama, Revigora


Parte sempre com a Aurora


Em busca do meu querer!


E eu quero ficar assim,


É da minha Natureza,


Ter meu corpo para ti,


Sem minha Alma estar presa!

publicado por igara às 14:31
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Junho de 2005

O SORRISO

porta2.jpg


CREIO QUE FOI O SORRISO,


O SORRISO FOI QUEM ABRIU A PORTA.


ERA UM SORRISO COM MUITA LUZ


LÁ DENTRO, APETECIA


ENTRAR NELE, TIRAR A ROUPA, FICAR


NU DENTRO DAQUELE SORRISO


 


 


Mais um poema de Eugénio de Andrade (1972)

publicado por igara às 18:37
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Mudei-me!!!!!

. Ora bem.....

.

.

.

.

.

.

.

.

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds