Terça-feira, 21 de Março de 2006

Ora bem.....

Ora bem....hoje venho aqui fazer esta postagem...porque estou mesmo chateada!!!! Não estou chateada um bocadinho, estou verdadeiramente irritada, irada, possuída, quase ao ponto de espumar pela boca! Na 4ª feira estava eu a falar com uma amiga e fui-lhe avançando que estava com uma vontade de escrever um post que fosse diferente do que havia postado até aqui. Achava que algo de irónico caberia bem para preencher esta minha necessidade de algo diferente! Acabei por desistir da ideia por não existir nada na altura, que justificasse um texto irónico.

Na 5ª feira, chego eu muito bem dispostinha, para publicar a primeira parte de um texto feito a 3 mãos (a mão do Man_Of_Adventure, a da Idade_da_Loba e uma minha), até já tinha escolhido uma pintura de Renoir, de que sempre gostei (até já tinha trabalhado a imagem numa definição que a publicação comportasse) e confesso que até estava admirada que tudo estivesse a correr tão bem! Já tinha texto....imagem....estava tudo em tons de Ouro sobre Azul.

Quando vou aceder ao Blog...sou confrontada com a versão Beta dos novos blogs do Sapo. Para continuar a publicar, não me deixaram outra alternativa senão a de fazer a emigração do meu lindo, fantástico, brilhante e resplendoroso blog, para os novos formatos Beta. Ora bem...eu sou da opinião, que quando não há remédio, remediados estamos...respirei fundo...e lá fiz a dita Emigração. Fiquei no entanto, a aguardar em ânsias as alterações que tinham sido feitas. Bem...quando finalmente recebi o email de confirmação da conclusão da emigração e entrei no blog....fiquei siderada! O coração bateu descompassado... e até se me subiram os calores. Ó deuses...eu nem queria acreditar, que o Template deixara de existir e agora tinha um Blog cheio de Sapos Verdes (não que eu tenha nada contra os sapos), e que ainda por cima se riam (eu já estava furiosa e confesso que o risinho parvinho do sapinho não estava a ajudar nada). Como se isso não bastasse, ainda existe um sapo que faz olhinhos!!!! Ora bolas....se eu quisesse um sapinho a fazer olhinhos, já tinha há muito arranjado forma de satisfazer esse meu desejo, nem que para isso tivesse que ir a Seca ou Meca ou a outro lado qualquer (porra...não havia mesmo necessidade de um sapo que faz olhinhos....por amor da Santa)!!!

Para ajudar ainda mais a esta festa, os blogs amigos haviam desaparecido, o contador, o relógio, a musica...Mas o pior, mas mesmo pior, é que as duas pessoas que faziam parte do antigo blog haviam desaparecido, deixando assim de fazer parte deste! Bem....por esta altura eu já estava na minha fase mais “Exorcista” e até me julguei capaz de rodar a cabeça a 180º e gregoriar-me em tons de Verde, estava mesmo lixada de todo!!!!

Lá tentei deter os pensamentos indecorosos que me assolavam e as palavras menos próprias...contei até 100 e tentei descontrair.

Finda essa 5ª feira, resolvi não pensar mais no blog até hoje! Hoje, verifico que continuo mesmo irritada. Para além deste estado de irritação, também me confesso cansada ao ponto de necessitar de uma pausa prolongada. Ainda me fica pendente uma publicação que gostaria de ter partilhado convosco, provavelmente não aqui mas num outro espaço que criei numa outra blogosfera.

Abandonarei neste momento, este lugar...pelo menos até estar disposta a recomeçar tudo de novo. Não levem estas palavras como sendo uma despedida, será apenas um até já (tá tá), e que distará entre  o tempo em que me ausentarei, e quem sabe, o meu regresso.

Para todos os que me acompanharam ao longo de todo este tempo, um muito obrigada!

Para as minhas companheiras de Blog, a minha irmã virtual a Pataininiti, mil beijos salgadinhos tal e qual ela gosta, e para a minha querida Susana outros mil beijos de saudades.

 

publicado por igara às 16:53
link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Março de 2006

Sonhos em Silêncio

musica.jpg

 

 

Hoje, encerro o repto dos silêncios, com um poema simples do meu filho. Agradeço a todos os que participaram neste ciclo, e a todos os que não se silenciaram nas palavras, quando o tema era o "Silêncio".

 

 

Quando a noite chega,

 

E eu fecho os olhos,

 

É sempre o Silêncio,

 

Que me embala os Sonhos.

 

@utor: Diogo (9 anos)
publicado por igara às 11:02
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Março de 2006

Silencios de Outono


O Outono chegou de manso, tranquilo


a desnudar o arvoredo,


espargindo de ouro e cobre chão e almas.


E ela com ele tornou, com o ar inevitável que lhe conhecia,


os passos a mando de um ciclo ou destino


como se um só fossem


Da minha janela, acostumei-me a ela assim, queda,


qual tela em cada Outono.


Era ainda uma mulher bela, beleza algo mágoa,


quase triste por se saber mulher talvez fosse.


De fixo, o olhar parecia tão acorrentado quanto livre,


e contudo não era silêncio o que a movia,


e eu juro que via,


torrentes de lava na palavra que não dizia.


Os lábios, ainda bonitos,


traziam marcas de outras bocas menos belas


que ainda mordiam.


Daqui, da minha janela, eu via.


Enxames de beijos perdidos daqueles lábios


vagamente bonitos.


E ela, saberia? Se soubesse, importaria?


Pareceu-me que não, tão só me parecia,


porque sorria.


À chuva como quem recebe um filho.


Ao vento, como quem oferecia


um corpo de fêmea vagamente bonito


ao lume da paixão, ao beijo da liberdade.


Abrigada, do lado de dentro da minha janela,


eu quase morria!


Ironia………….


@utora: Over_the_Rainbow

publicado por igara às 18:18
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Março de 2006

Coisas do Silêncio

pintura2.jpg

 

Rua apinhada

De pessoas vazada

Sem luz

 

Casa abandonada

Num campo avistada

Na porta uma cruz

 

A roupa estendida

De vento batida

Presa no varal

 

A água da vida

Correndo perdida

Por um canal

 

Um grão de areia

Naquela eira

Rolando no chão

 

Lírio à beira

De uma estrada matreira

Cheirando a alcatrão

 

Brisa encantada

Voando animada

Pelo matagal

 

Boca fechada

Sem dizer nada

Do habitual

 

Retrato sagrado

De um rosto marcado

Pela paixão

 

Sol desviado

Do caminho traçado

Por uma mão

 

Noite azulada

Por estrelas marcada

Em dia de luar

 

Alma fechada

Em corpo de nada

Só com um olhar

 

Neste mundo que hoje nasce

É nas melodias da vida

Que o silêncio permanece

 

@utor: palavradehonra
publicado por igara às 16:22
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Terça-feira, 7 de Março de 2006

Silêncios

petalas.bmp

 

"E sempre o silêncio foi olhado com desdém neste mundo de

palavras que se querem ditas... Adoro o silêncio quando ele se

veste de manto de cumplicidade. Ah! os meus silêncios

cúmplices que afagam o que não posso gritar. São meus,

nossos... é neles que te encontro, que viajo até ti, que te amo. As

palavras tem pouco peso quando tudo o que se diz é feito de

beijos, abraços, olhares, toques. O meu silêncio é o meu

refúgio!" - dizia ela enganando-se a si própria... Afinal o silêncio

cristalizou a impossibilidade daquele amor inquinando-o

juntamente com as ausências intoleravelmente presentes. Ele

havia saído magoado com as suas constantes fugas, não lhe

bastando os "silêncios cúmplices". Ela, romântica e apaixonada

(como nunca sentiu aquela força!), acreditava que o tempo

albergaria os sentimentos. "Luta por mim, não desistas, não vês

que também te amo?!" Sim! Amava! E ama, mas hoje em

silêncios que sendo cúmplices são a expressão da sua solidão.

Quanto a ele? Também amou e ama, mas busca em palavras

ditas em actos o que jamais encontrará: a entrega da alma que

vive naqueles silêncios...

 

@utora: Coral
publicado por igara às 13:45
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Mudei-me!!!!!

. Ora bem.....

.

.

.

.

.

.

.

.

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds