Segunda-feira, 1 de Agosto de 2005

Sensual

79674_CGXR6BEKL7OYSFSJNHZY87M1Q3XALV_053_spt8215_H155920_L.jpg


Sensual


 


Ainda sinto o teu corpo ao meu corpo colado;


nos lábios, a volúpia ardente do teu beijo;


no quarto a solidão, desnuda, ainda te vejo,


a olhar-me com olhar nervoso e apaixonado...


 


Partiste!... Mas no peito ainda sinto a ânsia e o latejo


daquele último abraço inquieto e demorado...


- Na quentura do espaço a transpirar pecado,


Ainda baila a figura estranha do desejo...


 


Não posso mais viver sem ter-te nos meus braços!


- Quando longe tu estás, minha alma se alvoroça


julgando ouvir no quarto o ruído dos teus passos...


 


Na lembrança revejo os momentos felizes,


e chego a acreditar que a minha carne moça


na tua carne moça até criou raízes!...


 


  ( J. G. de Araujo Jorge - coletânea -


in "Poemas do Amor Ardente" 1961 )


 

publicado por igara às 15:48
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 2 de Agosto de 2005 às 09:22
:-) bela poesia .. da vontade de deixarmo-nos ficar a beber tal sensacao :) .. beijosPasso
</a>
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)


De Anónimo a 2 de Agosto de 2005 às 08:54
Patai...não conhecia o J.G., mas gostei de ler...a "ânsia e o latejo". Deuses, chego de férias e leio estas coisas. Lá vou ter que ir de férias outra vez.susana
(http://bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:susana-silva3@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Mudei-me!!!!!

. Ora bem.....

.

.

.

.

.

.

.

.

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds