Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2006

Silêncios mudos

anjo em silencio.JPG

 


 

Nos dias dos desencontros,

 

O desencanto é maior!

 

Cala a dor o Mar infindo,

 

Tece-se duro o destino.

 

E em gritos que se calam

 

Nas palavras que não digo

 

Dou passos lentos, seguros

 

Para traçar o meu caminho.

 

Mas a angustia que me fica

 

Do silêncio que emudece,

 

Torna o Coração bravio,

 

Pois de lutas sem sentido

 

Silencia-se e fenece!

 

Fica o silêncio apenas

 

Marejado de memórias

 

Lembranças boas e más

 

Que salpicam levemente,

 

De brilhos, as minhas histórias.
publicado por igara às 17:04
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Anónimo a 16 de Fevereiro de 2006 às 13:29
Se as lembranças, sejam más ou boas, ainda só salpicam é deveras muito bom, pois um salpico passa com uma simples brisa, mas uma marca funda pode desvanecer mas nunca será apagada... E bem, hoje tirei um tempinho para retribuir as tuas visitas ao meu cantinho (para comentar, pois eu espreito sempre).Adoro ler-te, faz-me bem à alma,revejo-me muitas vezes nos teus desvarios e deixo-me levar pelo que escreves.Beijinhos ,voltarei ;)Neith
</a>
(mailto:Neith@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Fevereiro de 2006 às 18:38
e eu estou aqui para te dizer que gostei deste silêncio :D beijo da Princesapluma(princesavirtual)
(http://www.princesavirtual.blogs.sapo.pt)
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2006 às 15:46
E eu como também sou uma grande "invejosa" também estou aqui para dizer à Iga que gosto muito dela e do poema dela :) Beijo grandeEssa_Miuda
(http://www.sonhadorainata.blogs.sapo.pt)
(mailto:Essa_Miuda72@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2006 às 14:35
olá querida... era tãoi mas tão bom que esses desencontros e encontros fossem sempre felizes... que daria mil sorrisos para te ver a sorrir sempre...mama vera
(http://www.familiapatricio.blogs.sapo.pt)
(mailto:toubarro@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2006 às 11:39
Olá Iga. Não estou aqui para comentar o teu post. Estou aqui para te dizer que gosto de ti.callanish
</a>
(mailto:callanish1@sapo.pt)


De Anónimo a 12 de Fevereiro de 2006 às 00:28
Querida amiga, a vida é uma sucessão de encontros e de desencontros. Como tu cantas no teu lindíssimo,( mais um), poema o dia do desencontro é sempre um dia de emoções e de sentimentos confusos. Recordam-se momentos indeléveis, perspectiva-se um futuro negro e sombrio. Parece que o mundo desabou sobre nós. Depois...depois tudo começa de novo com outro personagem e o sol desponta de novo. Bem mas deixemo-nos de filosofias baratas e extasiemo-nos perante este teu belo poema. Ou não fosses tu a minha poetisa preferida. Beijos mansos, não é assim que gostas?Pinochiop
(http://guilhermices.blogs.sapo.pt)
(mailto:pinochio@sapo.pt)


De Anónimo a 11 de Fevereiro de 2006 às 02:01
Como te compreendo... como te compreendo...
Bjhns (mansos como tu dizes) ;)Vlad
(http://naoha3semduas.blogs.sapo.pt)
(mailto:thevlad@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Mudei-me!!!!!

. Ora bem.....

.

.

.

.

.

.

.

.

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds