Quarta-feira, 8 de Junho de 2005

A meu Filho Diogo


Amor.bmp


 


Chega aqui perto de mim,


Vem! Dá-me a mão!


Não navegues á deriva, só, perdido


Pois no Porto que é meu coração,


Tenho muito espaço para ti,


Eu dou-te Abrigo!


Põe a tua cabeça no meu Peito,


Deixa-me envolver-te num Abraço


Deixa-te dormir neste meu Leito,


Deixa-te vencer pelo cansaço.


Então vou beijar esse teu Rosto,


Secando cada lágrima caída.


Não quero que sofras por desgosto,


Pois tu és a minha Luz...


A minha Vida!

publicado por igara às 14:21
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Anónimo a 8 de Julho de 2005 às 18:11
Igara

Já começa a ser dificil arranjar palavras diferentes para dizer quanto te admiro. Eu tinha razão quando dizia ao Diogo que tinha uma mãe fantástica que havia de saber perfeitamente guiá-lo pela vida fora. Comovem-me sempre as crianças. Talvez por ser velho.Talvez porque já sou avô de duas pequeninas maravilhosas.Talvez porque as crianças são ainda aquilo que de muito bom resta neste mundo. Talvez...talvez... talvez porque eu amo as crianças. E lanço daqui um grito. Saibamos todos defender as crianças de todo o mundo. E não é dificil descobrir a razão desse apelo. Se todas as crianças tivessem uma mãe como o Diogo!
Um beijo grande para o Diogo e para a mãe do Diogo.
PinóquioPinóquio
(http://www.riscosrimasebonecos)
(mailto:gcduarte@netcabo.pt)


De Anónimo a 8 de Julho de 2005 às 17:39
Não é para comentar...Palavras como estas são para meditar. Simplesmente fenomenal.... (Parabens Diogo por teres uma mãe que deixa molhar seus ombros com as tuas lágrimas). Beijos.MAO
(http://riscosrimasebonecos.blogs.sapo.pt)
(mailto:MAO_SU_LEU@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Junho de 2005 às 09:02
Que dizer? Ás vezes não comento porque me faltam as palavras...E como diz o Pinóquio, tomara muitas crianças terem uma mãe como tu...susana
(http:bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:susana-silva3@sapo.pt)


De Anónimo a 8 de Junho de 2005 às 17:11
Amor filial é algo q só sentindo mesmo, n dá p comentar :-)) ta lindo o poem .. mas como pai q sou tb posso acrescentar q tudo isso sim, mas tb temos q lhes dar espaço p cairem, e levantarem por eles proprios e claro dar-lhes o colinho sempre q precisarem e kiserem hehehe :) beijoPasso
</a>
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)


De Anónimo a 8 de Junho de 2005 às 16:16
Puro Amor de Mãe... Nem tenho palavras... tu és um tesouro! Beijos!
pataininiti algarvia
</a>
(mailto:pataininiti@sapo.pt)


De Anónimo a 8 de Junho de 2005 às 16:03
E eu cheguei agora e escutei estas palavras tão ternas...sublime!!! BeijokasCausa
</a>
(mailto:Causa_E_Efeito@sapo.pt)


De Anónimo a 8 de Junho de 2005 às 14:56
O Diogo tem sorte, nunca ficará sem norte, porque com uma mãe como esta a vida será uma festa!
Dela terá carinho e atenção do seu bom coração:)Gonças
</a>
(mailto:goncalomrodrigues@hotmail.com)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Mudei-me!!!!!

. Ora bem.....

.

.

.

.

.

.

.

.

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds