Sexta-feira, 2 de Dezembro de 2005

Sonhos de Mar



esperando.jpg


Procuro o Mar,


Mas já não o busco,


Para me encontrar


Perto dele, eu sei,


Que sinto o abraço,


Que não te darei!


É ali que eu grito,


Que ao dizer que te Amo,


Não sonho nem minto!


Fico aqui apenas,


De olhos fechados,


De mente desperta,


Com sonhos pintados


Chega a noite mansa,


Que os sonhos embala,


Sopra-me os teus beijos


Dá-te a minha calma.


Muitos viverão,


Sem saber sentir


Este Amor de Alma


Que me faz sorrir!


E porque é tão doce,


Tão meigo, tão puro,


Fico saciada,


E nem te procuro.


 


Mas o Mar revolto,


Faz-me despertar,


“Eu senti-te agora…”


Estaria a Sonhar???





</blockquote>
</blockquote>
publicado por igara às 13:47
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Anónimo a 5 de Dezembro de 2005 às 18:16
todos procuramos algo na vida qq coisa, varia de individuo p individuo, mas temos algo em comum, todos procuramos, tambem a felecidade :) espero q a enccontres beijosPasso
(http://www.versus.sapo.blogs.pt)
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)


De Anónimo a 3 de Dezembro de 2005 às 13:28
Se estas a sonhar mereces acordar e viver esse sonho , de um amor assim tao lindo.Nao tenho por abito opinar aqui no vosso blog, mas vim cá para te desejar um feliz dia de aniversario, um abraço.
ps.Depois da tempestade vem sempre a bonança.
ferrugem
(http://pensamentos da alma)
(mailto:ferrugem@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Dezembro de 2005 às 17:35
"Eu senti-te agora..." esta frase deixou-me baralhada, como ando sempre a divagar fez-me interpretar este texto de várias formas: falar somente do mar imenso, poderoso e lindo; deuma comparação entre o mar e o amor(alma gémea) e ou a comparação com o mar e um rebento(filho)ambos são grandiosos...sério fikei baralhada, pensei demais só pode hehehehe...jokas e bom fds igaritajenny55
</a>
(mailto:jenny55@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Dezembro de 2005 às 15:53
Ó Mar, eterno refúgio...mais um momento lindo da minha prima igara. beijosusana
(http://bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:susana-silva3@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Dezembro de 2005 às 14:43
Pinóchio, meu amigo...o Mar é o mesmo, o que busco dele agora, é que é diferente. Mas o mar na sua imensidão, pode fazer confluir nele, um numero de sentimentos tão grande, que é natural que sintas essa confusão. Adoro a forma como me interpretas, serás dos poucos, que me consegue ler com outros olhos, e que eu repeito sempre de coração. Beijo grande, meu grande velho amigo! ::)))igara
(http://www.bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:igara@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Dezembro de 2005 às 14:21
O mar que nos acalma pode ser a felicidade que ainda não encontrámos,que queremos reconquistar,ou simplesmente continuar a disfrutar e seguramente este belo poema nos faz lutar por ela:)Gonças
</a>
(mailto:goncalomrodrigues@hotmail.com)


De Anónimo a 2 de Dezembro de 2005 às 14:05
Abri teus pensamentos, e este poema emocionou-me! Estou sem palavras para além de Belo! BeijoMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:msantosilva@sapo.pt)


De Anónimo a 2 de Dezembro de 2005 às 14:04
Minha amiga, confesso que fiquei algo confuso com o teu poema.Não me parece que estejas mesmo a falar do mar...daquele mar que todos conhecemos. O mar que procuras, que te fez despertar e que te fez senti-lo, é outro. De resto um mais um momento intimista tão tocante e tão bonito como outros que tens tido a bondade de partilhar connosco.Se interpretei mal, peço perdão, mas provavelmente hoje estou com o raciocínio um pouco " embotado". BeijinhoPinochio
(http://www.cantodoscontos.blogs.sapo.pt)
(mailto:pinochio@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Mudei-me!!!!!

. Ora bem.....

.

.

.

.

.

.

.

.

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds