Terça-feira, 6 de Setembro de 2005

Tristeza


Chuva.jpg


Estou triste!


Esta tristeza que chega sem tempo


Esta tristeza que vem mansa,


Que se instala, que me cansa.


Os pensamentos só a aguçam,


O tempo só a agudiza,


Sinto-me assim perdida,


Navegando aqui vazia...


É novo este sentimento,


Que chegou vindo com o vento,


Carregado de memórias,


Trazendo á lembrança histórias


E é no meio de pensamentos,


Que vou traçar o meu caminho,


Já sem presa na chegada,


Caminho....devagarinho!

</blockquote>
publicado por igara às 13:42
link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De Anónimo a 13 de Setembro de 2005 às 03:13
Com o belo comentário que a Feiticeirinha aqui deixou,fiquei sem espaço para argumentar...lol Igarita,as coisas que escreves,sejam tristes ou mais alegres têm sempre uma sensibilidade profunda e verdadeira,tal a forma como exprimes o que te vai na alma...Como alguém tb aqui já comentou e correndo o risco de me repetir,espero que a tristeza esteja apenas no texto,pois uma pessoa que me parece tão genuína e sensível como tu,merece sorrir sempre...(O efeito que o
texto tem sobre os comentários é eloquente...) bjs do soul :)soulsearcher
(http://www.hotmail.com)
(mailto:vmiguelmonteiro@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Setembro de 2005 às 17:51
Olha, voltei a comentar pelo simples facto de ter ficado extasiada com o comentário da A.Feiticeira. Sei que o comentário se dirige à minha irmã Igara, mas devo dizer-te que adorei o modo como te exprimiste. Beijão enorme e salgado como o Mar.pataininiti algarvia
(http://bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:pataininiti@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Setembro de 2005 às 12:03
Os pensamentos da alma, são de facto os mais verdadeiros, são como a voz do espírito gritando os sentimentos por vezes escondidos na sensiblidade demonstrada em cada ser. Em palavras soltas, entre a alegria e a tristeza, fica sem dúvida, o estado d'alma de cada um de nós e, no despertar dos sentidos, levamos aos outros a sensiblidade das nossas emoções...
...Sem dúvida sou suspeita para comentar, pois é de emoções q vivo, de estados de alma inconstantes e de temperamentos extremos, não deixo por isso de deixar os meus sinceros parabéns de partilhares com os outros, os teus pensamentos mais íntimos, na esperança de um dia eu própria conseguir fazer o mesmo, numa tentativa de libertação de uma alma prisioneira q por vezes me prende á ideia q apenas vivo na minha solidão, e quando leio pensamentos como os teus é q tenho a certeza q a solidão ou a tristeza são de facto sentimentos q preenchem toda uma vida, seja ela vivida entre o fisico ou
o espiritual...P.S: beijocas enfeitiçadas de alguém q te deseja a melhor sorte do mundo....
A.Feticeira
</a>
(mailto:A.Feiticeira@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Setembro de 2005 às 08:47
É verdade Sóninha e João eu não sei escrever senão o que sinto. Mas sei que outros dias virão, com mais luz, mais que não seja, iluminados com a cor dos vossos beijos. Beijo::)))igara
(http://www.bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:igara@sapo.pt)


De Anónimo a 8 de Setembro de 2005 às 09:43
Serás sempre um mistério para mim. Eu quiz assim. Gosto demasiado de te ler. Isso confunde-me. Isso assusta-me. Agora sei que não posso voltar. Adeus Igarita.platonico
(http://pensamentos da alma)
(mailto:platao@sapo.pt)


De Anónimo a 7 de Setembro de 2005 às 15:34
Tu és, realmente, fantástica... sabias disso? Só podias ser minha irmã! Adoro-te... Beijinhos salgadinhos como o Marpataininiti algarvia
(http://bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:pataininiti@sapo.pt)


De Anónimo a 7 de Setembro de 2005 às 14:38
Ola krida, vem vinda... "O poeta escreve sempre o q sente", confirmas? Espero sinceramente q não e q tenhas regressado linda e iluminada (ainda mais). Bjinhos de todas as cores.Soninha e João
(http://www.saupergoldenworld2.blogs.sapo.pt)
(mailto:costasoninha@iol.pt)


De Anónimo a 6 de Setembro de 2005 às 16:22
Igaraaaaa que poemas tão lindos mas tristes...gostei bastante.

bjspluma(princesavirtual)
(http://www.princesavirtual.blogs.sapo.pt)
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)


De Anónimo a 6 de Setembro de 2005 às 15:56
Mais um belo poema da nossa poetisa de serviço ;) Igara, linda...estes últimos poemas denotam uma certa tristeza... espero q seja só no poema. beijosusana
(http://bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:susana-silva3@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Mudei-me!!!!!

. Ora bem.....

.

.

.

.

.

.

.

.

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds