Quarta-feira, 20 de Julho de 2005

Bom Dia, Amigo Sol

amanhecer.jpg 


Bom dia, amigo Sol


 


Bom dia, amigo Sol! A casa é tua!


As bandas da janela abre e escancara,


- deixa que entre a manhã sonora e clara


que anda lá fora alegre pela rua!


 


Entre! Vem surpreendê-la quase nua,


doura-lhe  as formas  de beleza rara...


Na intimidade em que a deixei, repara


Que a sua carne é branca como a Lua!


 


Bom dia, amigo Sol! É esse o meu ninho...


Que não repares no seu desalinho


nem  no ar  cheio de sombras, de cansaços...


 


Entra! Só tu possuis esse direito,


- de surpreendê-la, quente dos meus braços,


no aconchego feliz do nosso leito!...


 


( Poema de JG de Araujo Jorge extraído do livro


Eterno Motivo; -  Prémio Raul de Leoni,


da Academia Carioca de Letras - 1943 )


 

publicado por igara às 16:35
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Mudei-me!!!!!

. Ora bem.....

.

.

.

.

.

.

.

.

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds