Sexta-feira, 20 de Maio de 2005

Comida Proibida

O Homem é, sem dúvida, dos seres mais complexos de que alguma vez ouvi falar! Senão vejamos a capacidade que temos de ingerir tudo o que tenha pernas, menos mesas e cadeiras. Eu como carne, não posso negar! Mas, na minha opinião existem animais que não podem fazer parte da nossa alimentação! Cães, gatos, cavalos, veados... Uns porque os temos em casa e crescemos com eles; outros porque são possantes, elegantes; e outros porque, simplesmente, nos recordam o "Bambi"...
Há pouco tempo li um artigo e gostava de partilhar convosco o que aprendi relativamente ao apetite incontrolavel dos seres humanos; apetite esse a que os entendidos na matéria denominam CULTURA.
A especialidade de um dos mais antigos e famosos restaurantes de Londres é bife e empada de ostras, tradicionalmente acompanhados por um copo de cerveja. Mas praticantes de quatro das principais religiões do mundo achariam repugnante esta refeição aparentemente inofensiva.
Os Hindus são contra a ingestão de carne, os Judeus ortodoxos não ingerem mariscos e os Budistas não comem animais. Em contrapartida, o mesmo restaurante nem sonharia servir carne de cavalo. Esta, na Inglaterra é dada apenas aos cães, mas em França é usada na alimentação humana.
Se oferecessem um prato de cão assado a um francês ou a um Inglês, estes ficariam indignados e ofendidos, mas na China, os cães - chamados "cabritos sem chifres" - são um manjar, como outrora foram entre os Fenícios, Gregos, Romanos e Astecas, e até recentemente, no Pacífico Sul. Os Taitianos criam uma raça de cães para a culinária, e o Capitão Hook achou-os tão gostosos como o borrego inglês.
Todas as sociedades consideram certas comidas intocáveis. Poucos Europeus e Norte-Americanos apreciariam lagartas, formigas, gafanhotos, pés de pato crus, larvas de libélula. Mas tudo isto se come por todo o Mundo: formigas na América Latina, Ásia e África; lagartas entre os aborígenes da Austrália; gafanhotos entre os Índios Navajos da América do Norte; pés de pato crus na China e larvas no Laos.
De facto, é bem verdade que muitas vezes a nossa alimentação depende daquilo que o nosso ambiente nos proporciona.
Assim sendo, ainda que nos impressione as dietas alimentares das mais variadas sociedades, só temos de respeitar, porque ao fim e ao cabo, nós somos também muito estranhos noutros aspectos!!!
publicado por igara às 16:19
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Mudei-me!!!!!

. Ora bem.....

.

.

.

.

.

.

.

.

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds